País: Colômbia
Red: ASEUC
ISBN: 9786287617339
Año: 2023
Páginas: 340 pp.
Medidas: 17 x 24 x 2.2 cm
Idioma: Espanhol
Temática: Literatura

Literatura africana em castelhano dos antigos territórios espanhóis do Saara Ocidental e Marrocos

Alain Lawo Sukam
Editorial: Programa Editorial Universidad del Valle
País: Colômbia
Red: ASEUC
Año: 2023
Páginas: 340 pp.
Medidas: 17 x 24 x 2.2 cm
Idioma: Espanhol
Temática: Literatura

Embora o espanhol seja uma das línguas oficiais no Saara Ocidental, a literatura saharaui e marroquina em espanhol é pouco conhecida. Com este livro, Alain Lawo-Sukam abre uma nova janela para o mundo literário afro-hispânico, ampliando assim o conhecimento da literatura de língua espanhola na África. A persistência do espanhol nas comunidades saharauis não apenas responde à herança colonial, mas ao desejo de promover uma identidade heterogênea -a do único país árabe que “fala, pensa e sonha e sente em espanhol” -e, portanto, encontrar na língua uma forma de se destacar da francofonização e de resistência aos ocupantes do seu território, o da República Árabe Saharaui Democrática, único Estado africano atualmente colonizado.

Como destaca o autor, “A literatura saharaui em espanhol -e sobretudo a literatura contemporânea- apresenta-se como a terceira potência da diplomacia saharaui, sendo a Frente Polisário a primeira potência e a segunda, o povo saharaui. A literatura participa efetivamente no despertar da consciência internacional consciências sobre a vida, a identidade e o destino do povo saharaui duplamente colonizado na sua terra e também dela exilado”. A isso se soma o estudo, a literatura marroquina em espanhol, e os elementos comuns e conflituosos, em um contexto atravessado por minha tradição, colonialidade, globalização, interculturalidade, de onde narram e poetizam experiências como a migração a que são forçados os seus jovens, a reivindicação da memória do Al-Andalus, o passado colonial e as suas injustiças, as contradições marroquino-sarauís e a uma (a comunidade muçulmana), e a fraternidade universal.

O universo narrativo e poético marroquino e saharaui em espanhol registrado por Lawo-Sukam é um tesouro literário. Este livro mostra que na África há mais do que literatura francófona, anglófona e árabe, e que o espanhol, como língua de criação artística, é um veículo para o diálogo de culturas e que possibilita o multiculturalismo. A literatura em espanhol na África é uma realidade em franca expansão e constitui o terceiro polo do hispanismo mundial, depois da Espanha e das Américas. Sua voz deve ser ouvida, aceita, considerada e estudada.

Facebook
Twitter
LinkedIn
WhatsApp
Email