Asociación de Editoriales Universitarias de América Latina y el Caribe

Previous
Next
País: México
Red: Red Nacional Altexto
ISBN: 9786078858194
Año: 2022
Páginas: 276 pp.
Medidas: 14 x 23 cms.
Idioma: Espanhol
Temática: Política e sociedade

Uso e valor de Henri Lefebvre

Sete ensaios sobre O direito à cidade

Luis Fernando Granados (coordenador)

Editorial: Editorial de la Universidad Veracruzana
País: México
Red: Red Nacional Altexto
Año: 2022
Páginas: 276 pp.
Medidas: 14 x 23 cms.
Idioma: Espanhol
Temática: Política e sociedade

Ler um livro é ter uma conversa com o texto, com quem o escreve, com a época em que foi produzido. Ler um “clássico” como O Direito à Cidade é uma atividade ainda mais útil e proveitosa. Animemo-nos com a possibilidade de ler um clássico de forma coletiva e interdisciplinar, sem nos rendermos acriticamente à sua fama. Duas características distinguem este volume. A primeira é a nossa ênfase em alguns aspectos da obra de Lefebvre que nem sempre são apreciados: por um lado, o contexto intelectual em que o livro foi produzido e, de outro, o caráter eminentemente marxista de sua argumentação. A segunda é que Uso e Valor de Henri Lefebvre também pode ser considerado um livro de história: história intelectual e história dos conceitos. História da recepção de um livro e de uma palavra de ordem revolucionária cooptada pelo liberalismo. História de alguns trabalhadores agrícolas, de alguns arquitetos radicais, de uma inundação provocada em nome do progresso. História, em suma, da modernidade, da razão instrumental e do regime visual que separa e organiza espaços e corpos. Da mesma forma, este trabalho também pode ser lido como um estudo social e etnográfico da cidade capitalista e como uma série de incursões analíticas sobre questões específicas da vida em Tijuana, Xalapa e Cidade do México.

Facebook
Twitter
LinkedIn
WhatsApp
Email
  • ¡Únete a la comunidad de editoriales universitarias más grande de América Latina y El Caribe!

    Un espacio para crear alianzas, promover el conocimiento y alcanzar nuevas audiencias.