País: Argentina
Red: REUN
ISBN: Impresso: 978-987-558-792-2 / Digital: 978-987-558-794-6
Año: 2022
Páginas: 312 pp.
Medidas: 20 x 14 cms.
Idioma: Espanhol
Temática: História argentina

A reinvenção do peronismo

(1955-1965)

Laura Ehrlich
Editorial: Editorial de la Universidad Nacional de Quilmes
País: Argentina
Red: REUN
Año: 2022
Páginas: 312 pp.
Medidas: 20 x 14 cms.
Idioma: Espanhol
Temática: História argentina

O livro de Laura Ehrlich é uma contribuição inovadora para a história cultural do fato peronista. Por muito tempo, a história do peronismo foi predominantemente objeto da história política, uma perspectiva muitas vezes dominada por um discurso militante. Quer a trajetória do movimento surgido em 1945 tenha sido reprovada, justificada ou enaltecida, as interpretações mais comuns visavam apoiar uma posição política. Outras formas de escrutar o peronismo, porém, foram crescendo, sobretudo nas últimas décadas, fora dessa historiografia combativa. Esta nova tarefa não se concebe indiferente ao debate cívico, mas aspira a um compromisso com o conhecimento crítico, empreendimento sujeito aos critérios e exigências de um trabalho historiográfico profissional. Este é o espírito que anima A reinvenção do peronismo (1955-1965). Como diz a autora, seu livro entrega os resultados de um trabalho; o período contemplado por sua investigação é aquele que vai desde a derrubada de Perón em 1955 até meados da década seguinte. Fora do poder e expulso do jogo político legal, como sobrevive o peronismo? Melhor dizendo: como sobrevive a identidade peronista, de quais ingredientes ou rituais simbólicos ela se alimenta ou se refaz? Em busca de respostas para perguntas como essas, Ehrlich examina a imprensa peronista dos anos que se seguiram ao fim da Argentina justicialista, estuda a organização das comemorações (as missas em memória de Eva Perón, os atos em que se celebra o dia 17 de outubro, etc.), o papel do nacionalismo de direita nos anos da Resistência, a definição posterior do significante “esquerda peronista”. Em suma, um capítulo do peronismo à luz de uma história cultural original.

Facebook
Twitter
LinkedIn
WhatsApp
Email